IBRADES
BUSCANDO O DESENVOLVIMENTO ECONÔMICO E SOCIAL DA AMAZÔNIA

IBRADES - INSTITUTO BRASILEIRO DE APOIO  DESENVOLVIMENTO ECONÔMICO E SOCIAL

www.ibrades.webnode.com

https://www.linkedin.com/in/marceli-bouland

    https://www.facebook.com/ibradesbrasil

@IBRADES

O IBRADES é uma instituição privada sem fins lucrativos e visa o desenvolvimento da Amazônia de forma racional e respeitando os princípios da sustentabilidade, gênero, raça, fauna e flora existente na Amazônia assim como todos os povos residentes nesta região 

IBRADES - INSTITUTO BRASILEIRO DE APOIO AO DESENVOLVIMENTO ECONÔMICO E SOCIAL

www.ibrades.webnode.com

MISSÃO DO IBRADES

Os problemas sociais brasileiros são muitos e, por isso mesmo, é fundamental a união de esforços para otimizar os resultados alcançados através das ações sociais. ONGs, empresas, fundações, pessoas físicas, igrejas e governos, juntos, têm um enorme poder de transformação da realidade. Por isso, a busca de parceiros que sejam co-responsáveis pelo atingimento dos objetivos propostos é fundamental para que as ações tenham maior impacto, que os custos sejam reduzidos e que as experiências de uns possam ser aproveitadas por outros, aumentando a eficiência e a eficácia do trabalho social e otimizando o sistema como um todo. Durante muito tempo as ONGs se colocaram como prestadoras de serviços, seja para o governo ou para qualquer outro financiador de suas atividades. Tenho convicção de que o papel das ONGs é muito maior do que este. Neste sentido o IBRADES (Instituto Brasileiro de Desenvolvimento Econômico e Social) vem trabalhar novas tecnologias sociais, buscando formas de viabilizar soluções para os problemas que enfrentamos, ajudar a difundir estas soluções a fim de beneficiar o maior número possível de pessoas, garantindo que o padrão de qualidade aplicado possa tornar cada uma das atividades que desenvolvemos. Quando pensamos em parcerias, pensamos em uma cadeia de pessoas e organizações empenhadas em solucionar (ou ao menos minimizar) os problemas sociais existentes.

NOSSOS DESAFIOS

O atual momento histórico é caracterizado por problemas que variam desde a disseminação de doenças infecto-contagiosas até a degradação ininterrupta dos recursos naturais. Numa primeira aproximação, os fatores geradores destes problemas aparentam ser muito variados, englobando questões que vão desde aspectos relacionados à economia de uma nação até aspectos alusivos à ética, à moral e à cultura que permeiam a sociedade. Sob a égide do capitalismo, em seu estágio atual denominado de globalização, a humanidade, de um modo geral, tem sua vida cada vez mais fundamentada em aspectos ligados à economia. Valores morais, intelectuais e culturais, por exemplo, são deixados de lado no dia-a-dia das pessoas. Atualmente, predomina o pensamento voltado para o aspecto econômico, ou seja, para a produtividade e para o lucro nos processos de produção. Este pensamento acaba repercutindo de forma direta na vida das pessoas, de todas as classes sociais, sendo que as mídias televisa, impressa e virtual impelem os indivíduos a valorizarem a riqueza material e a dimensão individual. Problemas de caráter socioambiental como a erosão dos solos, o desmatamento, a poluição e contaminação dos recursos hídricos por resíduos dos mais diversificados e a extinção de espécies da fauna e flora atingem a humanidade de diferentes formas e intensidades.

PROJETOS SOCIAIS

O planeta passa por um momento histórico, sem precedentes, na história da humanidade. Nos últimos dois séculos, a humanidade vivenciou acontecimentos que afetaram profundamente a vida no planeta e seus recursos naturais. Diante de tais problemas surgem alguns desafios que são colocados tanto para o Poder Público quanto para a sociedade. O Poder Público tem o dever de atuar com Políticas Públicas, de forma eficaz na defesa do meio ambiente para evitar sua degradação, na prevenção do dano ambiental e com o objetivo de preservar e restaurar os processos ecológicos essenciais. Mas esta não é uma responsabilidade só de Governos. Existe a necessidade da participação da sociedade na proteção do meio ambiente. Cabe tanto ao Estado (Poder Público) como à sociedade civil (coletividade) o dever de preservar os bens ambientais para às presentes e futuras gerações. 

BIODIVERSIDADE

O termo biodiversidade - ou diversidade biológica - descreve a riqueza e a variedade do mundo natural. As plantas, os animais e os microrganismos fornecem alimentos, remédios e boa parte da matéria-prima industrial consumida pelo ser humano.Para entender o que é a biodiversidade, devemos considerar o termo em dois níveis diferentes: todas as formas de vida, assim como os genes contidos em cada indivíduo, e as inter-relações, ou ecossistemas, na qual a existência de uma espécie afeta diretamente muitas outras.
A diversidade biológica está presente em todo lugar: no meio dos desertos, nas tundras congeladas ou nas fontes de água sulfurosas. 
A diversidade genética possibilitou a adaptação da vida nos mais diversos pontos do planeta. As plantas, por exemplo, estão na base dos ecossistemas.
Como elas florescem com mais intensidade nas áreas úmidas e quentes, a maior diversidade é detectada nos trópicos, como é o caso da Amazônia e sua excepcional vegetação. 

DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL

A definição mais usada para o desenvolvimento sustentável é:

" O desenvolvimento que procura satisfazer as necessidades da geração atual, sem comprometer a capacidade das gerações futuras de satisfazerem as suas próprias necessidades, significa possibilitar que as pessoas, agora e no futuro, atinjam um nível satisfatório de desenvolvimento social e econômico e de realização humana e cultural, fazendo, ao mesmo tempo, um uso razoável dos recursos da terra e preservando as espécies e os habitats naturais. "

Relatório Brundtland

BIOMASSA

Biomassa é toda matéria orgânica, de origem vegetal ou animal, utilizada na produção de energia. A biomassa é obtida através de uma variedade de recursos renováveis, como plantas, madeira, resíduos agrícolas, excrementos e até o lixo.